Creme-anti-estrias-Hipoglós-òleo-de-amêndoa-e-rosa-mosqueta-OK1-1024x768

Hipoglós, Óleos de Rosa mosqueta e Amêndoas: Creme anti-estrias caseiro que funciona

É só descobrir a gravidez que duas coisas acontecem: a mão já começa instantaneamente a alisar a barriga e, em seguida, a operação de guerra para prevenir as temidas estrias. E para isso não ocorrer, já tenho uma solução infalível, mas para chegar à ela, tive que “sofrer” antes.  Na minha primeira gestação, optei por um mix de cremes anti-estrias e assim que um dos tubos chegava ao fim partia para uma outra marca. Achei à época que seria uma boa tática para não “viciar” a pele, já que o produto poderia não surtir o efeito desejado ao longo do tempo. Estava tranquila e me achando protegida, ainda mais que a médica disse que, por ser morena, só precisava me preocupar em manter a pele hidratada.

Lá pelo sétimo mês vi que a lateral da minha barriga estava com alguns “galhos” roxos e ao perguntar a uma esteticista conhecida o que seria aquilo, ela me alertou: era formação de estrias. Daí caiu a ficha que precisava me cuidar, pois estava tão feliz com a chegada do meu filhote, que não me preocupava com meu físico. Porém, confesso, fiquei arrasada ao saber que ficaria com a barriga cheia de estrias. Não entendia muito que o estava acontecendo, até porque – aquela altura – eu só tinha engordado nove quilos, tudo bem que não era pouco, mas também não eram 20.

De qualquer maneira fui orientada a super hidratar a região. Não seria a solução, mas pelo menos evitava uma situação pior. E daí, por meio de minha busca pela internet atrás de dicas, achei uma receitinha de óleo de amêndoas, rosa mosqueta e Hipoglós. Perguntei para algumas pessoas e, sobretudo, à minha médica sobre a misturinha e todas elas aprovaram. A especialista só me alertou que não podia misturar vitamina A  (ampola de Arovit), como algumas receitas por aí indicam. A vitamina A não é indicada para gestantes.

Montagem - post creme anti estrias

Feita a misturinha, juntei tudo em um potinho, que comprei naquelas lojas de R$1.99, e comecei o “tratamento”. Já que era para super hidratar, vamos lá! Passava pela manhã, à tarde, à noite, na rua, em casa, enfim, vivia lambuzada daquele mix  poderoso. O creme caseiro fica com uma textura bem pastosa, e o cheiro predominante é do Hipoglós (fiquei tão enjoada com o excesso que, quando meu filho nasceu, só usei nele outras marcas. rs), além disso mancha a roupa. Mas mesmo com os contras, deu tudo certo. Após 30 dias de uso contínuo, o mix superou minhas expectativas. As estrias nem se formaram, os galinhos roxos clarearam e minha pele ficou lisinha. Não esperava um resultado tão bom. Já vi vários depoimentos positivos e outros descrentes da receita, mas o meu resultado foi o melhor.

Já imaginam o quanto fiquei satisfeita, não? Com a descoberta da segunda gravidez, após sete anos, falei com minha obstetra sobre a receita. E ela liberou e me disse para não mexer em time que está ganhando. O hipoglós de hoje tem até óleo de amêndoas na fórmula. Desta vez estou usando apenas após o banho, antes de dormir. Durante o dia opto por hidratantes de algumas marcas conhecidas e reaplico durante o dia.
Separei algumas peças confortáveis para uso noturno e já estão manchadas e cheirando a Hipoglós. Mas sem problemas. Já sei que vale a pena!

Quer anotar a receita? Vamos lá!

Receita anti-estria
02 bisnagas de Hipoglós 80g com óleo de amêndoas
Óleo de amêndoas 30ml
Óleo de rosa mosqueta 30ml

Modo de fazer: Misturar tudo em um pote de sua preferência.
Use duas vezes por semana. Com esta quantidade semanal, a mistura dura um mês.

 

fonte:beleza de mae

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− três = 0

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>